Escola de Desenvolvimento Ministerial

Um tempo de crescimento espiritual e desenvolvimento do caráter de Cristo.

Escola Bíblica Discipuladora

Crianças aprende a Bíblia em Ordem Cronológica, contando histórias e fazendo as aplicações para sua realidade.

Encontros de Convivência

Jovens se reunem em diversos lugares para trocarem experiências relevantes de mudanças de comportamento e atitudes, com muita diversão e criatividade.

Discipulado

Através do conhecimento bíblico em ordem cronológica, pessoas têm experimentado a presença de Deus em suas vidas. Conhecem melhor as histórias bíblicas e trabalham para fazer novos discípulos.

3C

Somos um time que busca através do 3C - Capacitar, Compartilhar, Celebrar - ajudar pessoas a conhecer Deus e fazer sua missão onde estão inseridos.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012



Como tenho entendido o sentido da minha vida?

Entender o sentido da vida é uma resposta que tem sido buscada pela humanidade desde de sua criação. Quando Jesus fala que devemos amar a Deus de todo nosso entendimento, como está escrito em Marcos 12:30, Ele quer dizer que devemos observar os ensinamentos que o mundo mostra e seus resultados e confrontar com os ensinamentos eternos de Deus e seus resultados. “O entendimento é a fonte de vida para aqueles que o têm, mas a insensatez traz castigo aos insensatos.” – Provérbios 16:22. Leia mais nas reflexões http://discipulosemnarrativas.blogspot.com/p/reflexoes.html

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Deixando Deus agir


Neemias chegando a Jerusalém foi fazer o reconhecimento sem que ninguém soubesse de seus planos. Sua busca por Deus foi o grande segredo do seu sucesso na reconstrução dos muros de Jerusalém. A Bíblia diz: “O muro ficou pronto no dia vinte e cinco de elul, em cinqüenta e dois dias. Quando todos os nossos inimigos souberam disso, todas as nações vizinhas ficaram atemorizadas e abateu-se o seu orgulho, pois perceberam que essa obra havia sido executada com a ajuda de nosso Deus.” - Neemias 6:15-16
Claude V. King e Henry T. Blackaby, autores do livro “Conhecendo Deus e Fazendo Sua Vontade”, deixaram escrita uma citação interessante: “Com Deus você faz mais em seis meses do que sozinho em seis anos.”
Neemias passou por forte oposição, mas conseguiu enfrentar tudo porque estava focado no propósito de reconstruir os muros e a dignidade do povo.
A primeira lição que aprendo com isso é: A fé em Deus não nos tira do propósito D´Ele.
A segunda lição que aprendo com isso é: Com oração a obra de Deus toma o curso certo e chega exatamente onde o Senhor planejou.
A Palavra de Deus é sabia quando diz: “Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor.” – Pv. 19:21. Temos a fé suficiente em Deus para prosseguir na sua obra em meio às oposições?







quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O preço do amor – parte 2


Neemias resolve, com a permisssão de Deus, ir reconstruir a Cidade de Jerusalém. O rei lhe concede cartas para passar pelas Cidades e pegar madeira. A primeira coisa que aprendo com esse texto é que Neemias saiu da sua zona de conforto para ajudar um povo a reconstruir a cidade.
Será que estamos dispostos a sair da nossa zona de conforto, em AMOR a Deus, para ajudar pessoas que estão com suas vidas destruídas?
A segunda coisa que aprendo com esse texto é que o rei entregou cartas a Neemias. Essa atitude é de alta confiança! Penso que o rei está dizendo: “Neemias, você está indo em meu nome para reconstruir Jerusalém. Faça um bom trabalho lá, e honre essa confiança.”
Como está meu testemunho entre as pessoas do meu convívio? Tenho credibilidade entre elas para fazer coisas importantes? Ou até confiar coisas para nós?
A Bíblia diz que o amor é pratica e não teoria. “Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.” 1 João 3:18

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O preço do amor – parte 1

No primeiro capítulo de Neemias, observamos um homem que está preocupado com sua cidade natal e com seus compatriotas. Sabendo da notícia ruim, ele passa um tempo de choro, lamento e jejum. Busca a Deus e intercede por seu povo. O interessante é que ele se inclui quando pedi perdão a Deus pelos erros cometidos pela nação.
O que temos feito com as notícias que recebemos de ruim da nossa família? Na vizinhança? No trabalho? Em nossa Cidade? No País? No mundo?
Vivemos o desafio de não perder a essência do Cristianismo no século XXI, o AMOR. Precisamos lembrar sempre qual foi o propósito do sacrifício de Cristo por nós e pela humanidade. “Senhor, em nome de Jesus, me ajuda a não perder a essência da missão. Tu, deixastes um mandamento claro de te amar de todo coração, alma, entendimento e força e semelhante a esse amar nosso próximo como a nós mesmos.”
Estamos dispostos a pagar o preço de amar como Deus nos amou?